restauração dentaria

Restauração dentaria

Muitas pessoas vivem fugindo do dentista por medo de sentir dor intensa ou descobrir que precisa passar por um tratamento delicado. Porém, cuidar do dente é o primeiro passo para se evitar procedimentos desconfortáveis, e esse cuidado só pode ser feito por meio de visitas regulares ao consultório odontológico e uma das maiores prevenções feita nessas consultas é contra a indesejável cárie.

Isso porque quando um ou mais dentes são atingidos pela cárie, não é só a sua aparência que está em jogo, mas também a saúde desse dente. Nesse caso, a restauração dentaria é um procedimento que irá resgatar as funções e a forma normal dos dentes. Há diversos tipos de materiais para cobrir o dente tratado e evitar novas bactérias, a escolha será determinada pelo dentista.

Como saber se preciso de uma restauração dentaria

Para saber se você precisa de uma restauração dentaria é necessário passar por uma avaliação médica com o seu dentista de confiança. Essa análise só poderá ser feita presencialmente, com o equipamento adequado. Claro que se você percebeu alguma variação no aspecto normal do seu dente ou sente dores, pode ser que algo esteja errado e é um sinal de alerta para que você procure um consultório.

Após a avaliação, o dentista irá identificar quais dentes estão com características de deterioração. Então, vai analisar a necessidade de exames complementares, como uma radiografia panorâmica da boca. O tratamento adequado será determinado após essa consulta. Se a cárie for realmente o motivo do problema, a restauração dentaria certamente será recomendada, e se isso acontecer é necessário que ela seja feita o quanto antes, pois se o desgaste não for tratado pode gerar:

  • Dores cada vez mais frequentes e intensas;
  • Necessidade de um tratamento mais elaborado;
  • Eventual perda do dente;
  • Inchaço.

Como funciona a restauração dentaria

A restauração dentaria se concentra na remoção da parte deteriorada do dente, limpeza da região atingida e preenchimento da cavidade que foi limpa com um material restaurador. Normalmente, esse material utilizado para preencher a região é feito de porcelana, resina simples ou composta, ouro ou amálgama, uma ligação de cobre, estanho, prata, mercúrio ou zinco.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende restauração dentaria: